Arquivo de maio \07\UTC 2012

Untitled.

Sem título, não sei sobre o que escrever nem quais palavras usar pra começar este texto; mas bateu essa súbita vontade.  Então vou misturar ideias e pensamentos, provavelmente.

Cada vez que eu paro realmente pra pensar nessa vida, vejo como tudo é tão louco. Ao mesmo tempo que nos magoamos e choramos  com atitudes e palavras,  sorrimos e pulamos de alegria com coisas tão simples, mas tão valiosas: um abraço, um carinho, uma doçura feita sem espera de um retorno.  A vida não é uma reta constante, isso seria fácil demais. É curvilínea, com extremos e oscilações: pontos muito baixos, outros altos. É tudo questão de momento, de perspectiva. A vida é um belo jogo de expectativas, desejos e forças. Não adianta você ter a força pra encarar os problemas, se não souber desejar e buscar o que te faz bem; aliás, isso faria de você um ímã de problemas, é claro. Por outro lado, não adianta desejar o céu se você não se dispõe a lutar e se entrega no primeiro tombo. Believe me, vários obstáculos e pedras serão jogados no seu caminho, cabe a você pensar se vale a pena ou não seguir enfrentando-os.

E é dessa adversidade que você tira motivos e força pra se reerguer. Por pior que as coisas sejam, preserve sua alma. É ela que vai te acolher nos momentos ruins e é ela que você jamais deve desistir.

Sorria mais, ame mais, grite mais, pule de alegria, chore, abrace, beije, diga milhares de “eu te amo” se isso for real, dê valor a quem merece, elimine os maus sentimentos e pessoas que não são dignas do seu coração e afeto. VIVA mais. Aproveite o tempo, não o desperdice, não se arrependa nunca do que poderia ter feito, mas optou por desistir no meio do caminho. You’re worth it, go ahead and try.